Curupira

curupira

Anúncios

Scazzamurredhu – Gnomo

Olá pessoal!

Fiquei algum tempo sem postar nada no blog e peço desculpas por isso. Bom, estou contente porque hoje postarei aqui ilustrações muito bacanas que fiz para uma cliente brasileira que mora no sul da Itália. Para quem quiser conferir os trabalhos dela acessem o link: http://http://www.lesmascottesdemaju.com/

As ilustrações, tratam de um gnomo chamado Scazzamurredhu ( nome complicado né? rs). Esse gnomo faz parte do folclore do sul da Itália, Não tenho muitas informações sobre sua lenda, mas sei que é similar a do nosso Saci- Pererê, que inclusive foi uma ilustração dele a minha última postagem!

Enfim, confiram as ilustrações e espero que gostem!

 

 

Folclore Brasileiro -Saci Pererê

 

Resolvi iniciar uma série de ilustrações sobre o folclore brasileiro. Por alguns motivos; Para treinar meu traço e colorização com a tablet e para difundir mais nossa cultura, nossas lendas e histórias! nada mais justo do que  uma breve explicação sobre cada pesonagem representado aqui.  Por isso voua brir a séri com um personagem muito famoso. O Saci Pererê. Extraí do site www.infoescola.com um breve resumo sobre do personagem:

“O Saci é um personagem brasileiro mitológico que habita o imaginário popular brasileiro principalmente no interior do país onde ainda se mantém o hábito dos mais velhos, de contarem histórias aos mais jovens nas tranqüilas e claras noites de lua.

Representado atualmente pela figura de um menino negro de uma só perna que possui um gorro vermelho na cabeça e traz sempre um cachimbo na boca. De Norte a Sul do Brasil, além do nome, são várias também as definições e representações atuais que se tem dele. No nordeste, de uma forma geral ele segue a representação antes descrita que é a mais conhecida atualmente e a mais popular.

No Sul e Sudeste há algumas variações. No Rio Grande do Sul, por exemplo, ele é retratado como um menino negro perneta de gorro vermelho que se diverte atormentando a vida dos caminhoneiros e aventureiros que gostam de viajar. Deixando-os areados ele os faz perder o destino. Ranços culturais europeus podem ter influenciado o Saci em Minas Gerais onde ganhou acessórios como: “um bastão, laço ou cinto, que usa como a “vara de condão” das fadas européias” . Já em São Paulo, apesar de manter essas mesmas características básicas ele possui um boné em lugar do gorro.”

 

Fonte: http://www.infoescola.com/folclore/a-lenda-do-saci-perere/